close

Eu me lembro que a primeira vez que eu vim pros EUA, em 2008, eu tinha a tal associação do país com fast-food, obesidade, e comilanças no geral. Não demorou nadinha pra eu perceber como eu estava enganada, pelo menos quando se refere a Califórnia. Muita salada, fruta, restrição na alimentação infantil e fast-food raramente. Foi isso que eu encontrei aqui. Nove anos depois, muito mais acesso a produtos saudáveis e, claro, muito mais demanda.

Na Baía de São Francisco, ver produtos com selo orgânico não é exceção. Assim como não é nada raro encontrar famílias que só consomem produtos orgânicos, que até um tempo atrás eram considerados parte de um estilo de vida, mas que hoje são consumidos, ocasionalmente, pela maioria dos americanos.

Os produtos mais procurados são frutas e vegetais, mas é possível encontrar condimentos, bebidas, roupas e até sabonetes orgânicos.

E não adianta pensar que porque é Estados Unidos é tudo mais barato. Não é. Os produtos orgânicos são mais caros que os produtos convencionais. No entanto, os consumidores estão dispostos a pagar mais por produtos orgânicos porque consideram questões como saúde, meio ambiente e bem estar animal na hora da compra.

Segundo a Organic Trade Association (OTA), 31% dos agricultores aumentaram a utilização de sementes orgânicas em 2015, o que contribui para um aumento 70% de microorganismos do solo.

Ainda de acordo com a OTA, 93% das vendas de produtos orgânicos são em mercados convencionais. Os outros 7% são vendidos em feira de agricultores.

Eu visitei uma feirinha de domingo de manhã na cidade de Burlingame. Dá uma olhada no vídeo que tem entrevista com alguns produtores.

 

Tags : agriculturaalimentaçãoBurlingameestilo de vidafeiraGeralnaturalorgânicosproduçãoSão Franciscosaudável
Fernanda Fell

The author Fernanda Fell

Jornalista. Apaixonada por uma boa história. Dinda de príncipe e princesa. Minha mãe diz que fui criada pro mundo. Passarinho solto. Estou descobrindo a liberdade que as minhas asas podem me dar.

Leave a Response