close

A impressão que eu tenho é que São Francisco é cheia de cantinhos. Sabe aquela pergunta: O que tem depois da ponte? Se eu dobrar vai dar onde? Vai dar num canto da baía, com vista pra Golden Gate Bridge e alguma trilha pra desbravar. É assim que se encontra o caminho pra Point Bonita: passa a ponte, dobra a direita, esquerda, e segue toda vida reto. E quando menos esperar: PARAÍSO.

Point Bonita faz parte do maior parque nacional urbano dos Estados Unidos, o Golden Gate National Recreation Area. Um dos principais pontos turísticos do parque é o farol, conhecido como Point Bonita Lighthouse.

Em 1848, São Francisco tornou-se o principal porto pra caçadores de ouro de todo mundo. Pra se ter uma idea, em um ano, a população aumentou de 900 para 20,000 pessoas. Para que os exploradores pudessem viajar com mais segurança, foi construído o farol. Point Bonita Lighthouse foi o terceiro farol a ser construído na Costa Oeste. A primeira versão do farol é de 1855, mas a estrutura teve que ser remodelada, pois foi feita 300 pés acima da água, já que os arquitetos vieram da outra costa e não sabiam que a Baía de San Francisco tem muita neblina. Logo, os navegadores não conseguiam enxergar o feixe de luz. A nova estrutura, na altura apropriada, foi construída apenas em 1877.

Quem gosta de história, pode agendar uma visita guiada no site do parque. Eu não agendei nada, mas tinha uma voluntária, super empolgada, contando a história da Lighthouse desde a construção até os dias de hoje.

Pra chegar até o farol, tem uma trilha de uns 800 metros, um túnel que foi escavado à mão por trabalhadores chineses e uma ponte que dá acesso ao farol.

O farol é apenas um dos pontos que podem ser visitados no parque, quem gosta de fazer trilha encontra várias outras opções. Esse passeio é bem rapidinho, tipo uma hora de visita, mas se você quiser conhecer o resto do parque vale reservar uma boa parte do dia pra ficar por lá.

Pra quem é como eu e não gosta de sair de sair de casa sem tem um lugar pra comer em mente, vale procurar algum restaurante em Sausalito, que fica bem pertinho de Point Bonita e tem várias opções.

Dicas importantes:

  • Visitação de Sábado a Domingo das 12h às 15h30min – de grátis
  • Roupa confortável, a trilha é um pouco íngreme
  • Leva a tua água, eu não vi nenhum posto de abastecimento
  • São Francisco sempre tem vento, pegou um casaquinho?
  • não deixa pra ir pra lá com o carro na reserva, tá?
  • Eu sou um pouco claustrofóbica, então passar pelo túnel foi meio tenso, mas superei
  • Eu também tenho medo de altura, então a ponte também foi complicada de passar, mas passei
  • Não tem muitas vagas de estacionamento, então se quiser estacionar perto da trilha, chega mais cedinho
  • Achei uma trilha tranquila, então eu diria que é tranquilo levar criança, mas cada um sabe o anjinho que tem em casa
  • dá pra ir de bicicleta? Ué, dá!

Gostou da ideia? Então fica conectado no blog que logo, logo tem vídeo mostrando um pouco mais de Point Bonita. Não perde!

Tags : farolGeralGolden Gate BridgelighthousepaisagemparquePoint BonitaponteSão Franciscotrilhatúnelturismo
Fernanda Fell

The author Fernanda Fell

Jornalista. Apaixonada por uma boa história. Dinda de príncipe e princesa. Minha mãe diz que fui criada pro mundo. Passarinho solto. Estou descobrindo a liberdade que as minhas asas podem me dar.

Leave a Response